Séries

Arrow: 3ª Temporada (2014/15)

• O Batman Verde

A partir dessa temporada, Arrow cai tanto de qualidade que chega até a ficar meio sem noção.
Os primeiros episódios começam com tudo, com acontecimentos e eventos importantes para a história e novos personagens sendo introduzidos. Até mais ou menos o episódio 9, Arrow segue a mesma linha de qualidade que já havia demonstrado principalmente na segunda temporada. No entanto, de repente as coisas começam a desandar.
A trama principal da temporada gira em torno da ameaça de Ra’s Al Ghul, um dos vilões mais icônicos do universo da DC, sendo um dos arquirrivais do Batman. Adaptar um personagem tão simbólico já era algo arriscado, e a série ainda começa a transformar o Arqueiro Verde numa espécie de Batman Verde. Pior que não é zoeira, sendo que o Arqueiro passa a ficar mais sério, com atitudes muito semelhantes às do Homem-Morcego e ainda por cima passa a contar com um vilão característico do outro herói.
Contudo, tentei ignorar estes fatos e concentrar no desenvolvimento de Ra’s Al Ghul. O ator até faz um bom trabalho, mas algumas de suas cenas são tão clichês que passam a ser ridículas, isto considerando os episódios posteriores ao décimo. Isto é somente uma das críticas à temporada, senta que lá vem mais.
Acho eu fiquei meio infectado pelo clima “””sombrio””” que a série tomou, e por isto este texto está ficando mais sério. Pelo jeito o espírito do Oliver Queen de Stephen Amell adentrou em meu ser e tomou conta de minhas mãos enquanto digito no teclado de meu computador horrível.
Próxima crítica: a coreografia das lutas. Sinceramente, eu não sou um grande observador destas coisas, como já disse aqui no blog muitas vezes, pra mim o mais importante é a história. Porém, as lutas de Arrow começaram a se assemelhar com os combates de Power Rangers, o que em vários momentos virou um incômodo que eu não conseguia ignorar.
Agora o mais polêmico e maior ponto negativo da temporada: o shipp de “Olicity”. Devo confessar que sempre senti um clima entre o Oliver e a Felicity e torcia pra eles ficarem juntos, mesmo sabendo que a Laurel é o verdadeiro amor de Oliver nos quadrinhos. Maaaas o relacionamento dos dois agora é um dos pontos principais do enredo, e quando o romance passa a ser o foco em uma série de super-heróis, já dá pra perceber que algo está errado.
Este tipo de coisa é algo típico da CW, a produtora de Arrow. Eles costumam escutar muito os fãs, o que pode ser uma coisa excelente na medida certa, mas a partir do momento em que a opinião pública passa a ser mais relevante que a dos roteiristas, sem dúvidas a série perderá a qualidade.
Se a temporada tem tantos pontos negativos, por que a nota não ficou menor? Como eu expliquei ali em cima, as coisas começam a ficar meio ruins lá pra metade da temporada, e eu achei que não seria justo dar uma nota menor sendo que nos primeiros capítulos eu tava realmente curtindo os episódios. Este sou eu, amigos, um cara de critérios.
Nem sei dizer quem foi o melhor personagem. Oliver agora ficou totalmente sem graça (ele já era um pouco né, convenhamos), Felicity perdeu o seu brilho, Laurel continua chatinha só que de um modo diferente, somente alguns poucos permaneceram fiéis aos seus personagens, como Roy Harper e John Diggle – este último muito apagado, por sinal.
Ray Palmer e Ra’s Al Ghul, algumas das novas adições ao elenco, são até interessantes porém mal desenvolvidos. Curti bastante o primeiro e acredito que ele tem bastante potencial, basta saber se a CW vai ter a competência de levar isso pra frente.
Outra coisa que piorou foi a história por trás dos flashbacks. Nas duas primeiras temporadas eles eram interessantes, sobretudo na segunda com o núcleo de Slade Wilson. Já na terceira, apesar de uma premissa legal, percebemos uma história meio confusa e estabanada, e toda vez que as cenas do presente eram interrompidas dava vontade de tacar uma flecha na televisão.
É realmente uma pena constatar os defeitos de uma série que gosto tanto. Entretanto, fico na esperança de que os produtores consertem a cagada que fizeram e resgatem a minha (e a de tantos outros) vontade de acompanhar Arrow.

 

~ OBSERVAÇÕES SPOILENTAS: NÃO LEIA A NÃO SER QUE JÁ TENHA VISTO A TEMPORADA INTEIRA. O AVISO ESTÁ DADO ~

 

  • Arrow: a série em que a morte é passageira. Só tá faltando o Tommy e a Moira agora.
  • Ficou bem nada a ver e sem sentido aquele negócio do Roy se assumir como o Arqueiro, né.
  • Aquela luta entre o Oliver e o Ra’s Al Ghul no episódio 9 foi muito badass.
  • Oliver e Nyssa deveriam ganhar o prêmio de casal do ano. Não, pera.
  • Eu acho o Malcolm foda pra carai, mas ficou tão forçado ele virar o Ra’s no final.
  • Meu Deus, que plot chato aquele de Hong Kong, maaaaaano do céu.
  • Slade é tão foda que apareceu só por alguns minutos e mesmo assim conseguiu ter destaque.
  • Deadshot :/
  • E pensar que a Felicity já foi gótica.
  • O Esquadrão Suicida de Arrow consegue ser melhor que o do filme, me julguem.
  • A Donna me lembrou um pouco a mãe da Rose de Doctor Who, espero não ter sido o único.
  • Thea ter matado a Sara foi vacilo.
  • As participações do Flash me lembram que eu preciso assistir logo à serie do Barry Allen. Não sei por que fico enrolando, sou uma vergonha mesmo.
  • Maseo, o personagem que ninguém liga; Tatsu, a outra personagem que ninguém liga; Yamashiro, a família que ninguém liga.
  • Acho que se eu começasse a lutar com a galera da Liga dos Assassinos eu ganhava, viu.
  • Sara morre, fica viva, morre, fica viva, bota casaco, tira casaco.
  • Ray Palmer, o Homem de Ferro sem grife.

 

~ FIM DAS OBSERVAÇÕES SPOILENTAS. A PARTIR DAQUI PODE FICAR DE BOA SE VOCÊ AINDA NÃO VIU ~

 

+ Melhor personagem: Thea Queen
Fugindo um pouco do óbvio, Thea ganha um maior destaque e muda sua personalidade, estabelecendo uma boa evolução.

Tão fofa
Tão fofa *-*

+ Melhor episódio: S03E09 (“The Climb”)
Contando com uma cena de luta épica, o episódio marca o fim da fase boa da temporada.

Dona do episódio
Dona do episódio

 

Ei, você! Tudo joia? Pois é, eu também tô bem. E já que agora temos intimidade, comenta aí o que cê achou da temporada. Opiniões são sempre bem-vindas, e é importante lembrar que nos comentários spoilers estão liberados. Se você não quiser vê-los, corre logo pra assistir e depois volte aqui, beleza?