Informações

Glossário do Leleco

E aí, galerinha do blog, tudo em cima?
Lá estava eu fazendo mais um pitaco quando tive o seguinte pensamento: e se alguns termos que eu uso nem todo mundo entende? Nem todo mundo tá por dentro das gírias que a galera usa hoje no sombrio universo dos filmes e séries, e por isso deixarei aqui neste post um mini-glossário, atualizando sempre que eu lembrar de uma nova palavra. Fechou?

Badass: o equivalente de “fodão”.
Background: no sentido que eu uso, é como se fosse o histórico de algo, seu contexto – o que permeia a construção de uma trama e seus desenvolvimentos.
Backstory: a história de fundo de algum personagem ou trama, aquela que sustenta um arco.
Cliffhanger:
 quando o episódio acaba com um acontecimento marcante que só será concluído nos capítulos seguintes. Normalmente surge com mais frequência em finais de temporada.
Cosplay: não, não é aquela banda que canta “The Scientist”. Basicamente, cosplay é quando algum fã se fantasia de algum personagem, seja ele de série, filme, videogame, quadrinho, praticamente qualquer obra.
Fanboy/Fangirl:
a pessoa que é muito fã de algo. Tipo, pra caraio.
Fandom:
simplesmente uma comunidade grande de fãs, normalmente de alguma série ou livro.
Fanfic: uma história criada por fãs utilizando um universo ficcional já existente. Muito comum com obras adolescentes, as mais corriqueiras são sobre romances desejados, os famosos “shipps”.
Fanservice:
alguma cena ou acontecimento que tá lá na série, filme, hq ou mangá mais pra agradar os fãs, não tendo necessariamente uma função prática no enredo.
Filler:
um episódio que não acrescenta muito à trama principal de uma série.
Foreshadowing: como que eu vou explicar isso, gente? Sabe quando aparece um detalhe que é meio que um presságio do que tá por vir lá na frente na trama? Então, é isso. Se você ainda não entendeu, xô tentar dar um exemplo. Imagine que um personagem X morra decapitado na quarta temporada de uma série. Na segunda temporada nos é mostrada uma foto deste mesmo personagem com uma sombra na cabeça, meio que fazendo uma alusão ao seu destino, de um jeito bem discreto. Espero que você tenha entendido, porque claramente sou horrível pra explicar.
Fun fact:
não uso muito essa denominação, mas significa literalmente um “fato divertido” sobre alguma obra, uma curiosidade.
Hype:
o mesmo que “expectativa”.
Jump scareresumindo bem por cima, é uma cena de susto em um filme de terror/suspense.
Plot:
palavra originada do inglês (assim como todas as outras, né, gênio), que significa nada mais nada menos que “enredo”.
Plot twist:
o mesmo que “reviravolta”.
Review: avaliação, resenha.
Season finale:
o episódio final da temporada.
Season premiere:
o primeiro episódio de uma temporada. Normalmente também não uso este termo, mas caso eu use, tá aí.
Series finale: o último episódio de uma série.
Shipp:
originada do inglês “relationship” (relacionamento), é usada pra se referir a algum casal pelo qual você torce, normalmente juntando os nomes dos queridinhos em questão. “Olicity”, de Arrow, é um exemplo disso, a mistura de Oliver com Felicity.
Sitcom: série de comédia.
Spin-off: obra derivada de outra obra maior. Exemplos: Fear The Walking Dead em relação à The Walking Dead Better Call Saul em relação à Breaking Bad. O termo serve para qualquer tipo de obra, seja ela filme, série, livro, jogo – pode ser basicamente qualquer coisa.
Spoiler
: qualquer revelação sobre a trama de algum filme/série, seja grande ou pequena. Normalmente usada por algumas pessoas bem otárias que gostam de estragar a surpresa das outras.
Storyline: enredo, trama, história.

Principais abreviações de séries:

TWD: The Walking Dead
GoT: Game of Thrones
AHS: American Horror Story
SPN: Supernatural
BB: Breaking Bad
DD: Daredevil (Demolidor)
DW: Doctor Who
SOA: Sons of Anarchy
JJ: Jessica Jones
OB: Orphan Black
LC: Luke Cage
13RW: 13 Reasons Why