Séries

Supernatural: 2ª Temporada (2006/07)

• A segunda de muitas outras

A segunda temporada da série com o bromance mais lindo do Universo volta com um primeiro episódio arrasador.
Primeiramente, devo confessar que foi difícil fazer esta crítica aqui. O negócio é o seguinte: Supernatural foi uma das primeiras séries que assisti e por isso já esqueci várias coisas que acontecem e todas as tramas se misturam na minha cabeça. Para resolver este problema, tive que ficar pesquisando vídeos resumindo a temporada, tive que ler resenhas de diferentes sites, esse tipo de coisa. Tem hora que dá trabalho dar pitaco, até no título faltou criatividade.
Aonde eu tinha parado mesmo? Ah é, primeiro episódio arrasador. Por que eu digo isso? Porque o primeiro episódio é arrasador, né Porque a primeira temporada se encerra com um acontecimento que nos deixa curiosos pelo desenrolar da história, e o primeiro capítulo da nova temporada continua o enredo de maneira foda. Quando o assisti, nem registrei que a série iria continuar contando com os monstros mais terríveis de todos. Os demônios? Não. Os espíritos? Negativo. Os monstros mais terríveis de Supernatural são os famosos FILLERS (~música de suspense~).
Não que todos eles sejam ruins. Para aqueles que não sabem, “filler” é um termo originado dos animes (nem sei se é mesmo hehe) para dar nome àqueles episódios que se fossem retirados da temporada, não fariam a mínima diferença para a história principal. Vários fillers de Supernatural são bem legais, como os episódios 11, 12 e principalmente o 15, mas alguns estão ali claramente para encher a temporada.
Se for parar pra analisar friamente, o número de episódios “importantes” é maior que o dos fillers, porém o problema maior de Supernatural é que a trama poderia ter sido contada tranquilamente em 16 episódios em vez de 22; pode parecer uma diferença pequena, mas lá na frente o produto final teria sido menos cansativo.
Agora que já falei dos defeitos da série, vamos às qualidades. Os protagonistas, Sam e Dean, continuam com uma interação muito gostosa de se ver e não decepcionam, e com a adição de novos personagens a trama encorpa, sem falar na aparição de outros já introduzidos anteriormente, como Bobby e o Demônio dos Zói Amarelo.
Entre os novos rostinhos temos Ellen e sua filha Jo, o caçador de pokémons demônios Ash, os superdotados (não nesse sentido que você tá pensando) Andy e Ava e alguns outros. Todos eles cumpriram bem o seu papel e conquistaram seu espaço na história.
A trama continua envolvendo Azazel e suas traquinagens satânicas e vai ficando cada vez mais séria ao longo dos episódios. Em relação à primeira temporada, a trama geral evoluiu bastante e também conta com um cliffhanger bem louco no final.
A verdade é que a segunda temporada é mais ou menos do mesmo nível da primeira, com alguns erros e acertos na mesma dose. Pra quem curtiu o clima de Supernatural no primeiro ano, o segundo passa longe de ser uma decepção.

 

~ OBSERVAÇÕES SPOILENTAS: NÃO LEIA A NÃO SER QUE JÁ TENHA VISTO A TEMPORADA INTEIRA. O AVISO ESTÁ DADO ~

 

  • O John é aquele tipo de personagem que você não sabe se gosta ou se desgosta. O cara faz merda e se redime logo depois, vai entender.
  • Quando o Sam tentou bater na Jo eu quase invadi a TV.
  • A cena em que o Bobby faz o Sam/Meg beber cerveja com água benta é foderosa demais.
  • Trickster melhor pessoa.
  • Gordon se fodeu, acho é pouco.
  • Fiquei com dó do Ron naquele episódio dos shapeshifters (metamorfos).
  • Por que tiveram que matar logo o Ash?? Puta cara daora, mano, com um puta cabelo estiloso.
  • E vacilo matarem o Andy também. Agora em relação à Ava e ao Jake, por mim tanto faz.
  • Aaaaah, e por falar em Jake, foi tensa a cena da morte do Sam. Quero até ver aonde este pacto do Dean vai levar.
  • O episódio 16 foi tão O Sexto Sentido.
  • Nossa cara, fiquei mó triste com aquele episódio da Madison :/
  • Lembro direitinho do dia em que assisti este acima, tava vendo pelo celular lá na minha escola de inglês. E nem sei porque tô mencionando isso.
  • E pensar que a atriz que fez o papel principal em O Exorcista tava na série (episódio 7).
  • Aaaaah mlk, finalmente o Deanzão da massa matou o Azazel. Aí sim.

 

~ FIM DAS OBSERVAÇÕES SPOILENTAS. A PARTIR DAQUI PODE FICAR DE BOA SE VOCÊ AINDA NÃO VIU ~

 

+ Melhor personagem: Dean Winchester
Olha, provavelmente o prêmio de melhor personagem vai ser sempre pro Dean, a não ser que apareça algum outro personagem fodão. Porque convenhamos, o Sam nunca vai superá-lo, risos.

Eu pegava os dois na brotheragem
Parado aí, meliante

+ Melhor episódio: S02E01 (“In My Time of Dying”)
A segunda temporada possui muitos momentos marcantes, como os episódios 15, 21 e 22. Contudo, não sei porquê mas este me marcou mais que os outros. Questão de opinião mesmo.

"Regina George trai o Aaron Samuels toda quinta na sala de projeção em cima do auditório"
“Regina George trai o Aaron Samuels toda quinta na sala de projeção em cima do auditório”

 

Ei, você! Tudo joia? Pois é, eu também tô bem. E já que agora temos intimidade, comenta aí o que cê achou da temporada. Opiniões são sempre bem-vindas, e é importante lembrar que nos comentários spoilers estão liberados. Se você não quiser vê-los, corre logo pra assistir e depois volte aqui, beleza?