Séries

Gotham: 3ª Temporada (2016/17)

• Pura loucura

Uau, faz tempo que não escrevo aqui. Da última vez, acho que Bush ainda era presidente e a DC ainda fazia filmes melhores que a Marvel. Ah, como os tempos mudaram. E por falar nisso, aqui vai a crítica da terceira temporada de Gotham, uma série baseada no universo dos quadrinhos criado pela DC Comics. É preciso registrar logo neste primeiro parágrafo que o meu super-herói favorito, ao lado do Homem-Aranha, é justamente o Batman. Talvez o Morcego fique um pouco atrás, mas se for analisar os vilões, não tem pra ninguém: os antagonistas de Gotham City são os melhores de todo o universo quadrinhesco.
Com isso em mente, quem quiser me chamar de “marvete” ou algo do tipo pode segurar o xingamento. Bom, talvez eu seja um pouco, mas simplesmente porque a Marvel produz conteúdos melhores quando o assunto é filme e série, pelo menos atualmente. Falar que Arrow é melhor que Demolidor ou que Liga da Justiça é melhor que qualquer filme dos Vingadores pra mim é um tanto quanto louco. É sempre questão de gosto, claro, mas ainda assim pra mim parece louco.
Agora que já fiz meu discurso inicial sobre a minha opinião em relação às duas empresas, vamo logo falar sobre Gotham. Produzida pela Fox e baseada na cidade homônima de DC, o primeiro ano de série não foi tão bom quanto eu esperava. Com elementos exagerados das HQs e personagens caricatos em sua maioria, eu assistia só pra ver no que iria dar. E ainda bem que fiz isso, porque evoluiu muito na segunda temporada. As histórias ficaram mais legais, os personagens mais reais (dentro do possível) e a adição de novos rostos só fez bem na trama. Fui com uma boa expectativa para a terceira, e é aí que eu caí do meu cavalinho da chuva. Bom, talvez a expressão não seja essa, mas vocês sabem o que eu quis dizer.
A terceira temporada de Gotham é fraca. Não chega a ser desastrosa, mas ainda assim fraca. Parece que os roteiristas seguiram todos os exemplos ruins do primeiro ano de série ao invés de copiar o que deu certo no segundo. A season 3 é ainda pior do que a de estreia, e vou explicar direitinho o porquê. Mas antes, preciso notificar uma coisa. Não sei se você é novo no blog, ou se já conhece as redondezas. Se a opção for a primeira, deixa eu explicar a minha linda metodologia.
Em todos os pitacos, eu nunca coloco spoilers simplesmente porque sou gente boa. Porém, quando eu termino a parte principal do texto, há uma seção ali embaixo que se chama Observações Spoilentasem que eu comento sobre os principais acontecimentos da temporada ou do filme em questão, com spoilers. Contudo, inventei algo novo. Em alguns posts, em vez de eu colocar as Observações Spoilentas, vou substituí-las pela Narração Spoilenta, uma retrospectiva de tudo o que aconteceu na obra sob a minha visão. Sei que é um pouco grande e a possibilidade de alguém ler tudo é pequena, mas tudo bem. Espero que funcione.
Dito isso, saiba que esse teste será feito pela primeira vez aqui neste pitaco. Então se você está lendo, saiba que faz parte da história desse blog renomado! E se você não está lendo, bem, você nem estaria lendo, né. Certo, hm, de qualquer maneira, o que eu menos falei até agora foi da temporada em si. Mas chega de enrolação e bola pra frente.
Por que a terceira temporada de Gotham é tão abaixo do esperado? Comecemos pelos personagens. Você que assistiu às duas primeiras provavelmente acha o Pinguim um dos melhores, talvez o mais interessante. Pois saiba que agora ele tá um saco. Sério, os arcos dele estão simplesmente preguiçosos. Outro ponto negativo que pelo menos teve seu lado positivo foi Bruce Wayne. Embora ele tenha melhorado bastante a personalidade, o seu núcleo é extremamente viajado e traz consigo o principal defeito da temporada – a abordagem. Para falar sobre isso, vamos colocar na mesa a expressão “fan service”.
Fan service nada mais é do que você colocar em alguma obra algo da história original. Por exemplo, se em algum quadrinho o Batman fala que gosta de bolo e em um filme ele falar que gosta de bolo, é uma espécie de fan service; algo que só os fãs da obra original vão entender. Ficou meio mal explicado, eu sei, mas a questão é que isso pode funcionar bem, como pode dar terrivelmente errado. Em tudo que é colocado nas telonas ou telinhas é necessária uma adaptação. Se você acha que dá certo botar todos os elementos de uma HQ num roteiro e despejar tudo exatamente como tá num filme ou série, desculpa, mas preciso discordar. Se você acha que o Wolverine dos cinemas deveria ter usado aquela roupa amarela ridícula, pelo amor de Deus, me diga que está brincando. Tem coisa que simplesmente não funciona na “vida real”. Adaptar uma história não significa tirar a identidade na mesma, mas sim adequá-la a outras plataformas.
Gotham não soube fazer isso em sua terceira temporada. Tudo que acontece na cidade em alguns momentos é digno de risos, e é tão absurdo que eu tive que desconsiderar muita coisa pra poder me divertir assistindo, e olha que eu não costumo ser fresco quanto a isso. O problema não é a trama ser maluca ou exagerada, mas sim ela ser tratada como séria, em um ambiente real. Se for um filme do Bruce Willis segurando a hélice de um helicóptero enquanto atira uma bazuca com a outra mão, beleza. Agora, uma série do Bruce Wayne do jeito que Gotham retrata fica muito estranho. A visão de Christopher Nolan, por exemplo, é muito mais foda.
Ainda assim, há várias qualidades em comparação ao ano anterior de série, que continua sendo o melhor até agora. Um dos personagens, sem ser o Bruce Wayne, ganha uma melhora significativa na atuação. Só não posso falar quem é porque seria spoiler, mas só digo que é alguém muito querido pelos fãs. Em alguns aspectos, o enredo amadureceu, como nos dilemas do protagonista James Gordon. Em outros, fez muitas escolhas erradas. Foi difícil eleger alguém como “Melhor Personagem”, por exemplo, mas falo mais sobre isso no final do pitaco.
Realmente não sei o que será de Gotham daqui para frente. Meu amigo, Brenno, que foi quem me indicou a série, disse que a quarta temporada tá bem melhor que a terceira. O problema é que ele é super fã da DC e muitas vezes não concordo muito com seus julgamentos. Mesmo assim, tô botando fé na dica dele, e assim que os episódios terminarem de ser lançados, vou mergulhar de cabeça no universo de Gotham City pra ver se as coisas por lá melhoraram – ou pioraram.

 

{Nota: caso eu tenha usado algum termo desconhecido para vocês, meus queridos e queridas leitoras, não hesitem em acessar esse post aqui, ó: https://pitacosdoleleco.com.br/2017/07/11/glossario-do-leleco/}

{Nota nº 2: quer conhecer melhor a história do blog e os critérios utilizados? Seus problemas acabaram!! É fácil, só acessar esse link: https://pitacosdoleleco.com.br/2017/09/16/wiki-do-leleco/}

{Nota nº 3: bateu aquela curiosidade de saber qual exatamente é a nota desta temporada, sem arredondamentos? Se sim, dá uma olhada aqui nesse link. Se não, pode dar uma olhada também: https://pitacosdoleleco.com.br/2017/09/16/gabarito-do-leleco/}

 

~ NARRAÇÃO SPOILENTA: NÃO LEIA A NÃO SER QUE JÁ TENHA VISTO A TEMPORADA INTEIRA. O AVISO ESTÁ DADO ~

 

  • Peabody morreu
  • Gordon conhece a jornalista, aquele velho caso de um ficar fodendo com o outro e no final eles acabarem fodendo o outro
  • Gordon tá versão putasso bad boy zika
  • Mooney tá procurando a cura pra doença dela, sequestrou o Strange
  • MOONEY VAI EMBORA DA SÉRIE PELO AMOR DE DEUS
  • Ivy ficou velha (decisão horrível, btw)
  • Pinguim deixou a Mooney fugir por causa do passado
  • Pinguim virou o político da cidade, Pinguim 2018
  • Barnes de muleta
  • Harvey sequestrado mas deu tudo certo no final
  • Bruce tá se tornando um personagem muito massa, cresceu muito (em todos os sentidos)
  • Lee voltando pra casa
  • Bruce cover encontrando Bruce original
  • Pinguim deveria ser assexual, meio forçado esse romance com o Nygma
  • Acordo esquisito entre Bruce e a Corte das Corujas
  • Bruce “Cospobre” chega como quem não quer nada e revela ser um mentiroso lutador e cabeleireiro
  • Pinguim se candidata pra prefeito e pede a ajuda do Charada
  • Chapeleiro Maluco foi o melhor personagem nesses 3 primeiros episódios, só senti falta do W na testa dele
  • Lee escolhe bem os macho hein, o cara é filho do motherfuckin’ Falcone
  • Alícia, irmã do Jervis, morrendo empalada, tadinha
  • Arco do Chapeleiro foi muito bom
  • Barbara é a Harley Quinn, porra?
  • Como que o prefeito da cidade fala que vai matar o cara (no caso o butch)? Sério, tanta coisa boba nessa temporada
  • Sorrisos do Gordon são muito bons kkkkkk
  • Como que deixam o Bruce cover ir embora daquele jeito?? Se o cara quisesse, poderia se passar por um Wayne e fazer um monte de merda
  • Gordon policial >>>> Gordon caçador de recompensa
  • ALGUÉM TIRA A BARBARA DA SÉRIE
  • Bruce e Selina, que lindinhos, ele certinho e ela toda loka
  • Butch sendo traíra e mandando uma gangue estragar os planos do Pinguim
  • Tabitha e Butch trabalhando juntos, Butch levando um tiro na perna
  • Pinguim e Nygma namoradinhos
  • Retire essa observação anterior. Ed encontrou uma nova mina que é uma clone da Kringle
  • Esse ep 6 foi muito bom, o Chapeleiro ficou meio Coringa mas foi massa os joguinhos dele, curti
  • Gordon falando “kill Lee”, que frieza do caralhooooo, cenona foda
  • Capitão da polícia Solomon Grundy?
  • Todo mundo faz o que quer em Gotham, a gente precisa ignorar a realidade pra conseguir curtir a série
  • Cena do ep 5 em que Bruce e James conversam sobre as mina, tomando chá, foi sensacional
  • O Jervis entra em qualquer lugar que quiser? Porra, que segurança é essa? Melhor mudar o nome do cara pra Jarvis e fazer ele virar o Visão
  • Capitão tá ficando cada vez mais louco, Solomon Grundy vem aí (a não ser que eu esteja confundindo muito)
  • Episódio 7 cheio das alucinações do Gordon, lembrando as do Batman contra o próprio Chapeleiro
  • Jervis finalmente é pego, tendo entrado inexplicavelmente num lugar com vários líderes importantes, sem nenhum segurança decente
  • Mario noivo da Lee é meio estranho
  • Temporada do amor: Pinguim, Charada, Bruce e Selina, Gordon, Lee e Valerie…
  • Mulher da Corte das Corujas recebe ordens do pai do Gordon?
  • Um carinha da Corte aparece e ele parece uma fusão de Assassin’s Creed com Nightwing
  • Tensão amorosa entre Selina e Bruce crescendo cada vez mais
  • Barnes enlouqueceu de vez, Gordon impediu ele. Resultado: Barnes preso, carai
  • Mario também tá infectado com o vírus, e depois de planejar algo bem tenso, Gordon cai igual um patinho e faz a Lee odiá-lo, ainda mais porque Gordon mata Mario
  • Falcone fica pistola, manda Zsasz atrás de Gordon, mas Lee faz ele desistir
  • Mãe da Selina aparece e acaba que ela continua uma vigarista e usa a filha (de novo)
  • Selina fica putassa, manda a mãe ir tomar no cu e manda o Bruce ir se foder, porque ele sabia de tudo
  • Melhor personagem ainda não sei, talvez Bruce seja a maior surpresa até agora, evoluiu muito
  • Jerome/Coringa tá voltando, parece que a atuação dele melhorou pra caramba
  • Em compensação, a série podia entender que não é todo mundo que parece louco quando ri, às vezes só parece retardado mesmo
  • Núcleo do Pinguim tá chato pra cacete, é só “Nygma, Nygma, Nygma”
  • Barbara fica uma personagem bem melhor quando não fica fazendo caras e bocas
  • A Jessica Lucas lá perdeu a mão pelo Butch, que gracinha (mas costurou de volta, então foda-se)
  • Pinguim tá se fodendo cada vez mais, mandou o povo de Gotham se foder tudo
  • Acabou a energia de Gotham, deu ruim
  • Gotham literalmente vira um circo e Jerome/Coringa bagunça a porra toda
  • Jerome tenta matar Bruce mas o menino Wayne é o futuro Batman e dá umas porrada nele, Gordon finaliza o serviço literalmente tirando o rosto de Jerome
  • Série tá começando a evidenciar mais o fato do Bruce se tornar o Batman no futuro, ainda mais que agora colocou a regra de “não matar”
  • Nygma atirou no Pinguim, eita
  • Ata, o cara é tio do Gordon, e não pai
  • Nygma finalmente virando o Charada e tendo uma risada do mal
  • Bruce Wayne clone tá na área de novo, o original foi parar lá em K’un-Lun, pelo jeito
  • Corte das Corujas deveria se chamar Corte das Cobras. Lacrei
  • Tiozinho do Gordon se mata pelo bem maior
  • O enredo dessa temporada só tem arco sem graça, o único que foi legal foi o do Chapeleiro Maluco
  • Pra quê os membros da Corte das Corujas usam máscaras em suas reuniões se todo mundo sabe quem é quem?
  • Gordon tenta se infiltrar na Corte
  • Gordon e Lee tá um clima mó estranho
  • Pinguim e Ivy nova dupla dinâmica
  • Pinguim tá exagerado e caricato demais nessa temporada, o que não é um elogio. Nas outras, principalmente na primeira, ele era bem melhor
  • Bruce já tá treinando com o Ra’s al Ghul pelo jeito, né
  • Pinguim quer juntar todo mundo pra acabar com o Charada. O primeiro recruta foi o Fries, o Capitão Frio. Interessante como o Pinguim foi primeiramente pro frio pra poder iniciar seu plano
  • Meu deus, essa temporada tá meio vergonha alheia, ainda não entenderam que não é tudo que é dos quadrinhos que funciona na TV
  • Charada se fodeu, Gordon entrou na Corte
  • A Corte nem parece uma ameaça, aliás, tudo é muito estranho nessa série
  • Bruce cover empurrou a Selina, ela tá lá estatelada e sendo consolada por gatitos
  • Ivy ajudou Selina, ela tá de boa e já protagonizou a cena mais comum em filmes e séries americanos: alguém tirando os aparelhos e indo embora de um hospital
  • Pinguim e Charada estão presos juntos e contam com a ajuda um do outro pra fugir
  • O massa dessa série é que todo mundo apanha, mas ninguém fica machucado
  • Gente, tem coisa de HQ que não funciona na tv, pelo amor de Deus. Aquela fantasia do Barnes Shippuden tá muito vergonha alheia
  • Estragaram toda a mística por trás do assassinato dos pais do Bruce. O legal era saber que os pais do poderoso Batman foram mortos por um assaltante comum, essa era justamente a beleza da coisa
  • Ra’s escravizando Bruce, não tá meio cedo pra tudo isso acontecer não?
  • Barnes perdeu a mão, Kathryn (líder da Corte) perdeu a cabeça
  • A Secreta Corte das Corujas Que Todo Mundo Conhece ao mesmo tempo que parece ameaçadora parece tão frágil em alguns aspectos, todo mundo descobre sobre ela tão facilmente
  • Lee virando mutante, que porra é essa? Estão estragando uma série que tinha um potencial gigante, simplesmente pelo fato de não entenderem que tv e hq são mídias totalmente diferentes. É só pegar Arrow e Demolidor, qual é melhor?
  • Ué, aquele velhote não era o Ra’s não? Tô confuso
  • Alfred matando o Falso Ra’s e Bruce ficando pistola, Gordon injetando o vírus, assim como a cidade inteira, Fish retornando à série, o ep final deve ter muita coisa
  • Eu detesto a Fish como personagem, mas a temporada tá tão mais ou menos que vai que ela dá um gás?
  • Episódios finais frenéticos, todo mundo achando que tá em Uma Noite de Crime
  • Stephen Hugo Strange e Jervis Tetch salvam o mundo, ou quase isso
  • Alfred morre, na verdade não. Butch morre, na verdade o cara vai voltar. Fish e Barbara ainda vão dar as caras?
  • Esse final foi um dos ponto mais altos da temporada. O discurso da Lee com cenas da temporada foi muito bom, me deu esperanças de que Gotham vai voltar a ser boa depois dessa bosta de temporada.
  • Cyrus Gold, ai meu deus, Solomon Grundy vem aí. E eu achando que ele seria o policial no começo kk
  • Charada e Pinguim em briga de gato e rato foi bem legal
  • Dica: se tem alguma série da DC de super-heróis com o Ra’s al Ghul em seu terceiro ano, pode ter certeza que a temporada vai ser um cu
  • Esse negócio de todo mundo morrer e voltar à vida é um saco, a gente nunca sabe o que sentir
  • ICEBERG LOUNGE, CARALHOOOOO, CONGELA O CHARADA MESMO, MANO
  • Alfred todo trabalhado no bromance
  • Tabitha pra mim não fede nem cheira, tadinha
  • Mulher-Gato tá pra nascer, tô sentindo. Assim como o Batman, né
  • Nota: 2,5. Melhor personagem: Jervis Tetch. Maior surpresa: Bruce Wayne. Quase que o Pinguim vira a maior decepção, mas vou perdoar. Update: não vou perdoar

 

~ FIM DA NARRAÇÃO SPOILENTA. A PARTIR DAQUI PODE FICAR DE BOA SE VOCÊ AINDA NÃO VIU ~

 

+ Melhor personagem: Jervis Tech
Em uma temporada que ninguém se destaca, esta nova adição na série foi a ideia mais interessante que Gotham apresentou.

De membro dos Lobos a um encantador de Coelhos

+ Melhor episódio: S03E11 (“Mad City: Beware The Green-Eyed Monster”)
De longe o ponto alto da temporada. A maioria dos capítulos envolvendo o Jervis também foi boa.

James Gordon desaprova esta legenda

+ Maior surpresa: Bruce Wayne
Esse prêmio é mais pela atuação de David Mazouz do que por qualquer outra coisa. O arco do personagem é chatinho, mas ele em si melhorou bastante. Meu pai diz que ele é insuportável, mas beleza.

Bruce e seu colar cervical

+ Maior decepção: Oswald Cobblepot/Pinguim
Porra, me dói o coração escrever essas palavras, mas meu antigo personagem favorito tá um porre. Só foi melhorar na parte final da temporada.

Essa foi minha exata reação ao ver suas cenas, amigão

 

Ei, você! Tudo joia? Pois é, eu também tô bem. E já que agora temos intimidade, comenta aí o que cê achou da temporada. Opiniões são sempre bem-vindas, e é importante lembrar que nos comentários spoilers estão liberados. Se você não quiser vê-los, corre logo pra assistir e depois volte aqui, beleza?