Filmes

MCULeleco #10 – Guardiões da Galáxia (2014)

• Os Vingadores do Espaço

Pensa numa missão arriscada que a Marvel se dispôs a colocar em prática. Sério, nem os fãs dos quadrinhos conheciam o grupo “Guardiões da Galáxia” direito, e ainda assim Kevin Feige e cia. resolveram apostar nisso. X-Men, Os Vingadores, Os Defensores, todos são bastante familiares para o público em geral, mas quem diabos são os Guardiões? Com uma proposta ousada, o MCU trouxe um longa diferente na véspera de Era de Ultron. E não poderia ter sido um acerto maior – o filme de número 10 da saga, com uma nota 10 no currículo.

 

Sinopse

Peter Quill (Chris Pratt) foi abduzido da Terra, quando criança, por razões enigmáticas. Agora como fora da lei e com a alcunha de Senhor das Estrelas, ele vai em busca de um Orbe em um planeta abandonado pra poder vendê-lo e faturar uma grana monstruosa. Em Xandar, quando está prestes a concluir a negociação, alguns acontecimentos inesperados dão as caras e Peter acaba cruzando o caminho de um grupo bem diversificado de seres. Primeiramente, ele é abordado por Gamora (Zoe Saldana), a assassina mais eficiente da galáxia. Depois, ele topa com as figuras de Rocket, um guaxinim cuja voz é de ninguém menos que Bradley Cooper, e Groot, uma árvore gigante que só sabe falar “eu sou Groot”. Ah, ele é dublado pelo Vin Diesel, e assim a trama continua veloz e furiosa até que todos eles conhecem Drax, o Destruidor (Dave Bautista), alguém que quer vingança contra Ronan, o Acusador (Lee Pace), um infame genocida. Juntos, em um esquadrão inesperado, eles partem na missão salvar a galáxia.

Aquela atriz, a Saoirse Ronan, né

Crítica

Guardiões da Galáxia é uma delícia de assistir desde sua primeira cena. Com uma das melhores trilhas sonoras que eu já vi em um filme, a obra é conduzida perfeitamente por suas músicas. O visual liderado pelo diretor James Gunn é colorido e encantador, o que salta ainda mais aos olhos depois de acompanharmos Capitão América: O Soldado Invernal. Os personagens também são sensacionais, tem hora que não dá pra decidir quem é o melhor. Em um ritmo de comédia sem forçação desnecessária de piadas sem graça, Peter Quill puxa a fila, fazendo o papel do herói desastrado e bonachão. Rocky, com seu jeito ácido e moleque, brilha sem precisar vir com bordões batidos. Groot é uma gracinha com sua ingenuidade e Gamora balanceia um pouco as ações por se tratar de alguém que lidou com muitas perdas, as quais deixaram-na com algo quebrado por dentro. Drax, por sua vez, não deveria ser engraçado, mas sua raça leva tudo ao pé da letra, o que gera alguns diálogos muito divertidos. O vilão não é lá grandes coisas, mas Guardiões da Galáxia não exige isso. Ele claramente foca na interação entre os principais personagens e na dinâmica da narrativa, seus maiores charmes. Até os coadjuvantes funcionam, alguns mais e outros menos. Yondu (Michael Rooker, o Merle de The Walking Dead) surge com bons núcleos paralelos, enquanto Nebulosa (Karen Gillan, a Amy Pond de Doctor Who) aparece somente pra adicionar alguém à lista do mal. Ela é meia-irmã de Gamora e isso causa alguns embates interessantes, mas nada demais. O Colecionador (Benicio del Toro) e Nova Prime (Glenn Close) também têm seu espaço, sobretudo o primeiro. Para completar, o filme nos dá um vislumbre maior de Thanos, o titã supervilão, o que é sensacional.

Juliet é o caralho, aqui está a nova moda de óculos

Veredito

Guardiões da Galáxia segue sendo meu filme favorito do MCU e não tenho vergonha em admitir isso. Eu provavelmente já assisti umas 98438243 vezes e não me canso nunca. Divirto-me sempre como a primeira vez em que vi e canto todas as músicas na minha cabeça, sabendo qual vai tocar antes mesmo da cena chegar. Sim, tô falando como um verdadeiro fanboy do filme, mas é isso que ele me transmite.

Nebulosa, rainha do funk ♫

 

Aviso: Tem uma cena pós-créditos.

 

{Nota: caso eu tenha usado algum termo desconhecido para vocês, meus queridos e queridas leitoras, não hesitem em acessar esse post aqui, ó: https://pitacosdoleleco.com.br/2017/07/11/glossario-do-leleco/}

{Nota nº 2: quer conhecer melhor a história do blog e os critérios utilizados? Seus problemas acabaram!! É fácil, só acessar esse link: https://pitacosdoleleco.com.br/2017/09/16/wiki-do-leleco/}

 

~ OBSERVAÇÕES SPOILENTAS: NÃO LEIA A NÃO SER QUE JÁ TENHA VISTO O FILME. O AVISO ESTÁ DADO ~

 

  • Hulk batendo no Loki? Tony dando uma tirada épica em Steve? A cena do Capitão no elevador? Não, meus amigos. A melhor cena do MCU é quando Rocky conta que era pegadinha quando pediu pro Quill pegar a perna prostética do cara. Digo com isso com extrema tranquilidade.
  • Groot soltando vagalumes e se sacrificando pra salvar seus amigos……..ai, meus sentimentos.
  • Manual de como derrotar um vilão prestes a destruir um planeta: dance pra ele. Se o Quill tivesse feito uma coreografia de Dança da Mãozinha, o Ronan teria sido imediatamente aniquilado pelo poder de É o Tchan. Quem disser o contrário está errado, simples.
  • Hoje eu tô me sentindo mais idiota que o Drax chamando uma legião de vilões pra vingar sua família e tomando uma surra estratosférica por causa disso. Ow, e aquela parte em que o Rocky diz que “todos perderam alguma coisa, isso não é desculpa pra sair machucando pessoas” é uma das coisas mais sensatas que eu já ouvi na vida, merecia mais reconhecimento.
  • Como eu amo a sequência em que o Quill volta pra pegar seu walkman e Drax o recebe com honras, apenas para depois dizer que ele é um imbecil. Icônico.
  • Beleza, então o Tesseract é uma das tais Joias do Infinito. Aqui vai o meu joinha do infinito então 👍
  • Toda vez eu me arrepio quando a Tropa Nova se junta toda pra impedir que a nave do Ronan chegue ao solo. E toda vez eu rio quando a Nebulosa fica toda desfigurada após levar uma bala de canhão do Drax.
  • Outra cena foda do filme: o Yondu matando geral no assovio. Que azulão da porra!
  • Eu amo também toda a sequência deles na prisão. Do começo ao fim.
  • Groot dançando no final <3
  • #ApariçãodoStanLee: ele é chamado de “pervertido” por Rocky, que o observa de longe enquanto o humano (?) conversa com uma garota aleatória.
  • Bela cena pós-créditos, Marvel. Tudo que eu queria era ver Howard, o Pato. Muito obrigado, Marvel.

 

~ FIM DAS OBSERVAÇÕES SPOILENTAS. A PARTIR DAQUI PODE FICAR DE BOA SE VOCÊ AINDA NÃO VIU ~

 

+ Melhor personagem: Rocket Raccoon
É difícil escolher um melhor porque eu simplesmente amo todo mundo, mas Rocky foi o que mais me agradou e o que mais me diverte sempre que eu assisto novamente. Groot também é um amorzinho e rouba a cena em diversas ocasiões.

O rosto sereno de um adorador de próteses

 

Ei, você! Tudo joia? Pois é, eu também tô bem. E já que agora temos intimidade, comenta aí o que cê achou da temporada. Opiniões são sempre bem-vindas, e é importante lembrar que nos comentários spoilers estão liberados. Se você não quiser vê-los, corre logo pra assistir e depois volte aqui, beleza?