Filmes

Vencedores do Oscar 2021: Nomadland, Hopkins e mais

Vencedores Oscar 2021 Nomadland
Vencedores Oscar 2021 Nomadland

Para encerrar finalmente todo esse rolê do Oscar 2021, onde Nomadland faturou Melhor Filme, decidi fazer essa postagem com os resultados e o que eu achei de cada vitória. Nos palpites com meus dois amigos Brenno e Ricardo, eu acabei ficando em segundo lugar e não consegui repetir os títulos de 2019 (quando todo mundo ficou empatado em primeiro) e 2020. O Brenno acertou em Melhor Edição e ficou com um ponto a mais do que eu, conseguindo seu terceira vitória desde 2017, quando começamos estas apostas. Falando sobre a cerimônia em si, foi a mais sem graça que eu já assisti até hoje. Sem brilho e com filmes bem inferiores em relação ao ano passado, eu esqueci de tudo assim que acabou. Sem mais delongas, vamos aos prêmios.

 

MELHOR FILME

Bela Vingança

Judas e o Messias Negro

Mank

Meu Pai

Minari

Nomadland

Os 7 de Chicago

O Som do Silêncio

Sem surpresas aqui. É com muita vergonha que eu confesso ainda não ter assistido a Nomadland. Aconteceu tanta coisa no último fim de semana que eu só arranjei tempo pra ver o filme a poucas horas da cerimônia, mas me embananei todo e consegui assistir apenas a 20 minutos dele. Pelo terceiro ano consecutivo, não consegui ver um dos indicados a Melhor Filme (até hoje não assisti Vice e O Irlandês), e tive o azar de não ter visto logo o que ganhou neste ano. Por isso, não posso dizer se foi justo ou injusto, mas era o esperado que ganhasse.

 

MELHOR DIREÇÃO

Chloé Zhao (Nomadland)

David Fincher (Mank)

Emerald Fennell (Bela Vingança)

Lee Isaac Chung (Minari)

Thomas Vinterberg (Druk – Mais Uma Rodada)

A mesma coisa da categoria anterior. De qualquer forma, fiquei feliz pela Chloé Zhao ter sido a segunda mulher em 93 anos de Oscar a vencer em Melhor Direção.

 

MELHOR ATRIZ

Andra Day (Estados Unidos vs Billie Holiday)

Carey Mulligan (Bela Vingança)

Frances McDormand (Nomadland)

Vanessa Kirby (Pieces of a Woman)

Viola Davis (A Voz Suprema do Blues)

Pra acabar com minha credibilidade, quem ganhou Melhor Atriz foi logo a do filme que eu não vi. Fiquei surpreso por ela vencer porque a Carey Mulligan era a mais cotada, ainda mais porque a Frances já tinha duas estatuetas conquistadas. Preciso desesperadamente terminar Nomadland.

 

MELHOR ATOR

Anthony Hopkins (Meu Pai)

Chadwick Boseman (A Voz Suprema do Blues)

Gary Oldman (Mank)

Riz Ahmed (O Som do Silêncio)

Steven Yeun (Minari)

Ok, vamos lá. Nesta categoria, eu vi todos. Pra mim, a melhor atuação foi de fato a do Anthony Hopkins, mas foi sacanagem o que a Academia fez. Entendo que ela não era obrigada a dar o prêmio pro Chadwick só porque ele morreu, mas ter encerrado a cerimônia com Melhor Ator, fazendo todo mundo pensar que viria uma homenagem gigantesca ao eterno Pantera Negra, foi de extremo mau gosto.

 

MELHOR ROTEIRO ORIGINAL

Bela Vingança

Judas e o Messias Negro

Minari

Os 7 de Chicago

O Som do Silêncio

Pra mim, Bela Vingança não teve o Melhor Roteiro dos cinco, mas era o favorito. Gostaria que Judas e o Messias Negro tivesse ganhado, mas fazer o quê, né.

 

MELHOR ROTEIRO ADAPTADO

Borat: Fita de Cinema Seguinte

Meu Pai

Nomadland

O Tigre Branco

Uma Noite em Miami

Eu cantei a pedra aqui dizendo que Nomadland era o favorito, mas que Meu Pai poderia surpreender. Se eu tivesse confiado em meus instintos, teria vencido os palpites do Oscar pelo terceiro ano seguido, empatando com o Brenno.

 

MELHOR ATRIZ COADJUVANTE

Amanda Seyfried (Mank)

Glenn Close (Era Uma Vez Um Sonho)

Maria Bakalova (Borat: Fita de Cinema Seguinte)

Olivia Colman (Meu Pai)

Yuh-Jung Youn (Minari)

Gostaria que a Bakalova tivesse vencido, mas Yuh-Jung Youn estava realmente muito bem no papel.

 

MELHOR ATOR COADJUVANTE

Daniel Kaluuya (Judas e o Messias Negro)

Lakeith Stanfield (Judas e o Messias Negro)

Leslie Odom Jr. (Uma Noite em Miami)

Paul Raci (O Som do Silêncio)

Sacha Baron Cohen (Os 7 de Chicago)

Esta aqui não teve nem graça. Nenhum outro competidor mereceu mais do que o Kaluuya, embora todos tenham atuado muito bem.

 

MELHOR FOTOGRAFIA

Judas e o Messias Negro

Mank

Nomadland

Os 7 de Chicago

Relatos do Mundo

Discordo da Academia. Só porque Mank é em preto e branco, merece Melhor Fotografia? A filmagem é escura e interessante apenas pra quem gosta da Velha Hollywood. Mas como Hollywood só tem velho, faz sentido a escolha.

 

MELHOR EDIÇÃO

Bela Vingança

Meu Pai

Nomadland

Os 7 de Chicago

O Som do Silêncio

Outra que eu não gostei. A montagem de Meu Pai é uma das melhores que eu já vi na vida, mas foi o superestimado O Som do Silêncio que acabou levando.

 

MELHOR FILME INTERNACIONAL

Collective (Romênia)

Druk – Mais Uma Rodada (Dinamarca)

O Homem que Vendeu Sua Pele (Tunísia)

Quo vadis, Aida? (Bósnia)

Shao Nian de Ni (Hong Kong)

Resultado esperado e merecido, pois Druk é um filmão.

 

MELHOR ANIMAÇÃO

A Caminho da Lua

Dois Irmãos: Uma Jornada Fantástica

Shaun, o Carneiro: O Filme – A Fazenda Contra-Ataca

Soul

Wolfwalkers

Alguém esperava alguma coisa diferente?

 

MELHOR TRILHA SONORA

Destacamento Blood

Mank

Minari

Relatos do Mundo

Soul

Pergunto mais uma vez: alguém esperava alguma coisa diferente?

 

MELHOR SOM

Greyhound: Na Mira do Inimigo

Mank

O Som do Silêncio

Relatos do Mundo

Soul

Apesar de eu não ter achado um filme espetacular, O Som do Silêncio é impressionante neste quesito. Não tinha pra ninguém.

 

MELHORES EFEITOS VISUAIS

Amor e Monstros

Mulan

O Céu da Meia-Noite

O Grande Ivan

Tenet

Gostei muito dos efeitos de Amor e Monstros O Céu da Meia-Noite, mas Tenet mereceu demais.

 

MELHOR FIGURINO

A Voz Suprema do Blues

Emma

Mank

Mulan

Pinóquio

O figurino deste filme é realmente ótimo, e o resultado era previsto.

 

MELHOR DIREÇÃO DE ARTE

A Voz Suprema do Blues

Mank

Meu Pai

Relatos do Mundo

Tenet

Por mim, era a única categoria que Mank deveria realmente ter ganhado.

 

MELHOR MAQUIAGEM E CABELO

A Voz Suprema do Blues

Emma

Era Uma Vez Um Sonho

Mank

Pinóquio

Meio óbvio também, visualmente A Voz Suprema do Blues é impressionante.

 

MELHOR CANÇÃO ORIGINAL

Fight For You (Judas e o Messias Negro)

Hear My Voice (Os 7 de Chicago)

Husa’vik (Festival Eurovision da Canção: A Saga de Sigrit e Lars)

Io sì (Rosa e Momo)

Speak Now (Uma Noite em Miami)

Esta foi uma das minhas maiores surpresas. Jurei que Speak Now levaria, e torci por isso porque esnobaram pra caramba Uma Noite em Miami. Ele é melhor do que pelo menos metade dos indicados a Melhor Filme, se não for a maioria.

 

MELHOR DOCUMENTÁRIO

Collective

Crip Camp

Professor Polvo

The Mole Agent

Time

Ganhou o melhor, vitória mais do que justa.

 

MELHOR DOCUMENTÁRIO EM CURTA-METRAGEM

A Concerto is a Conversation

Collete

Do Not Split

Hunger Ward

Uma Canção Para Latasha

Na hora que eu vi Collete, eu falei pra minha namorada que tinha sido o meu favorito até ali. Porém, a experiência acabou se desvanecendo na minha mente e eu apostei no curta mais cotado pra ganhar. Resumindo, me dei mal.

 

MELHOR CURTA-METRAGEM

Dois Estranhos

Feeling Through

The Letter Room

The Present

White Eye

Agora a Academia provou de vez que não é racista. Ironias à parte, Dois Estranhos é realmente bom.

 

MELHOR CURTA EM ANIMAÇÃO

Burrow

Genius Loci

Opera

Se Algo Acontecer… Te Amo

Yes-People

Esta não tinha pra ninguém. Lindo curta em animação que eu assisti antes mesmo de saber que seria indicado ao Oscar.

~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~

Depois de toda essa maratona, agora vou me dar um descanso de filmes e retomar as minhas queridas séries. Ainda nesta semana, lançarei a crítica de Falcão e o Soldado Invernal. Vejo vocês em breve e obrigado a quem acompanhou o blog durante o Oscar 2021. Até a próxima!

 

Ei, você! Tudo joia? Pois é, eu também tô bem. E já que agora temos intimidade, comenta aí o que cê achou dos filmes indicados. Opiniões são sempre bem-vindas, e é importante lembrar que nos comentários spoilers estão liberados. Se você não quiser vê-los, corre logo pra assistir e depois volte aqui, beleza?