Séries

Game of Thrones: 3ª Temporada (2013)

• Jogos políticos

É foda falar sobre uma temporada de Game of Thrones com detalhes anos depois de ter assistido.
Antes de começar a acompanhar a série, li todos os cinco livros de As Crônicas de Gelo e Fogo disponíveis até então pra depois mergulhar no mundo da HBO (acho que já falei isso, mas beleza). Mesmo tendo lido as obras de George R.R. Martin, não ficarei aqui fazendo comparações, se está fiel ou não à história original, blá blá blá, até porque estou aqui para analisar a série isoladamente.
Então vamos lá. O terceiro ano de GoT como sempre se inicia logo após os eventos do final da segunda temporada, como a Batalha da Água Negra. Tyrion, apesar de ter sido o salvador da porra toda, não ganha nenhum tipo de reconhecimento e volta a ficar nas sombras, como sempre sofrendo insultos de todos os lados, sobretudo de seu pai; Joffrey continua mais chato do que nunca, com aquela carinha que dá vontade de esmagar com uma pedra dar umas palmadas; Cersei também não mudou muito, mantendo sempre aquela sua eterna expressão de lábio torcido e desprezo exalando, agora confiante uma vez mais.
O núcleo de Porto Real esfria um pouco nesta temporada, dando lugar aos jogos políticos tão evidentes em Game of Thrones. Agora os Tyrell entram na jogada, com a p-o-d-e-r-o-s-a Olenna, aquela típica senhora sem papas na língua com o dom do veneno na fala. Além dela, Margaery se torna peça importante agora que seu marido Renly não existe mais, e tenta formular propostas de casamento com os Lannister, assim como seu irmão Loras, o príncipe encantado do mundo de Sansa.
E por falar em Sansa, ela permanece com aquele jeitinho brilhante, inteligente, sagaz e malandro. Quem dera, né. Mesmo tendo perdido tanta coisa, ainda é aquela garotinha que acredita em finais felizes em uma trama que possui aproximadamente 564 mortes por episódio. Inocente demais, pois é.
A Stark ruiva começa a se envolver agora com Petyr Baelish, o Mindinho, que faz algumas propostas para ajudá-la a sair de Porto Real. O desenvolvimento vai ocorrendo, mas é claro que não contarei o desfecho porque prezo pelo meu código de honra contra os malditos e temidos spoilers.
Bora pros outros Stark agora, Bran e Rickon. Os dois, juntamente com HODOR HODOR HODOR e Osha, se encontram com dois personagens novos, Jojen e Meera Reed. O garoto Reed esclarece que Bran tem uma missão pra-lá-da-Muralha, e vendo que não têm escolha, o grupo segue rumo ao objetivo traçado, depois de se certificarem de que os Reed não são uns fdps.
Próximo Stark da lista: Arya. A favorita de muitos fãs segue em sua caça inabalável por vingança, agora cruzando caminhos com vários outros personagens, ao lado de Gendry e o gordinho Torta Quente. Ao longo da temporada, Arya vai topando com muita gente importante e seu destino vai ficando cada vez mais incerto, sendo que é somente uma garota sem treino num universo absurdamente perigoso.
Meu Deus, é muito núcleo e muita gente, deixa eu me organizar. Deixa eu ver…já sei, vamos falar sobre Stannis. O Baratheon mais velho volta para Pedra do Dragão depois de ter perdido a batalha, junto de Melisandre, a feiticeira escarlate. Ele fica lá mó tristão por ter perdido pra um anão, até que é revelado que seu principal conselheiro, Davos, ainda continua vivo, o que gera alguns conflitos entre o próprio Cavaleiro das Cebolas e a mulher vermelha.
Brienne e Jaime formam um outro arco interessante. Na segunda temporada, a relação entre os dois era bem hostil, mas aqui na terceira eles acabam se simpatizando mais um com o outro e entrando em diversas confusões supimpas que põem à prova a lealdade dos mesmos. É realmente muito legal ver a interação nova entre Brienne e Jaime, algo que era antes tão improvável.
Voltando aos Stark, Robb continua lá firme e forte ganhando todas as batalhas que disputa e mesmo assim perdendo a guerra. Suas ações, entretanto, passam a ser contestadas devido à algumas decisões polêmicas tomadas por ele e que colocam em risco a vitória do Norte. Catelyn mantém a sua função de aconselhar e transmitir experiência ao seu filho, mesmo fazendo algumas coisas meio controversas.
Tô quase acabando, calma. No enredo mais frio da série, Sam Tarly é resgatado pela Patrulha das garras dos Outros e Jon Snow prossegue junto aos selvagens em direção à Muralha. Sua lealdade é posta à prova inúmeras vezes, ainda mais quando passa a conhecer melhor Ygritte, a ruiva que arrebatou os corações não só do bastardo Stark, mas também da maioria dos fãs.
Por último porém não menos importante, do outro lado do mundo Daenerys Targaryen continua sua saga de “vou em busca do meu direito caraio, o trono de Westeros!!“, reunindo exércitos e suprimentos para poder botar em prática seu objetivo. Seus dragões estão crescendo cada vez mais e desempenham um papel importante principalmente nesta temporada. Muitos, inclusive eu, não gostam da forma como a série tenta endeusá-la de todas as maneiras possíveis, porém ainda curto muito a personagem.
Agora que fiz um “”””pequeno“””” resuminho, mesmo tendo inevitavelmente deixado de fora alguns outros personagens, dá pra dizer o que achei da temporada. Vou até falar pouca coisa, porque já escrevi demais e meus dedos estão doendo. Mesmo com os constantes momentos de ação e as tramas políticas bem construídas, por vezes o ritmo geral da temporada é meio lento, sobretudo na primeira metade. Em relação à adaptação, aqui já percebemos grandes mudanças, o que não importa muito já que eu disse que não ia focar nisto.
Seus episódios finais são profundamente poderosos, especialmente o icônico episódio 9. Melhor que a segunda temporada, contudo não melhor que a primeira, é o que penso. No entanto, aqui fica provado o porquê de Game of Thrones ter chegado no mais alto patamar das séries de TV atuais: sua qualidade é indiscutivelmente indiscutível.

 

~ OBSERVAÇÕES SPOILENTAS: NÃO LEIA A NÃO SER QUE JÁ TENHA VISTO A TEMPORADA INTEIRA. O AVISO ESTÁ DADO ~

 

  • Tenho certeza que o Casamento Vermelho já é um dos acontecimentos mais chocantes do mundo das séries, pqp.
  • E eu pensando que havia me acostumado com a morte de Starks 🙁
  • Acho que nunca vai sair da minha cabeça a imagem da Talisa sendo esfaqueada na barriga, o Robb no peito e a Catelyn tendo o pescoço dilacerado. POR QUE FAZ ISSO, GEORGE R.R. MARTIN?
  • Qual é a melhor dupla: Brienne e Jaime ou Arya e Cão de Caça? (e nem vem falar Perdigueiro, pelo amor de Deus).
  • Pobre Gendry. Mas ele viu nudes da Melisandre ao vivo, então não foi de todo ruim.
  • Davos é um dos melhores personagens, nem vem.
  • Bran e Rickon quase topando com o Jon, Arya quase topando com Catelyn e Robb… é demais pra mim.
  • E pô, uma puta falta de sacanagem terem matado o lobo do Robb, aff.
  • Você pode até ser badass, mas só a Brienne está no seleto grupo de pessoas que já lutaram contra ursos, ao lado de Leonardo DiCaprio.
  • Sensacional o cara insultando a Dany e ela entendendo tudo, risos.
  • Ah, e antes que eu me esqueça, a Melisandre é minha namorada e vocês não podem mudar isto.
  • Lannisters e suas manias de perderem a Mão/mão.
  • Aquele final com a Daenerys sendo carregada pelo povão foi meio vergonha alheia, vamos combinar.
  • Você não sabe de nada, Jon Snow.
  • Que fotografia mítica da cena em que a Ygritte e o Jon se abraçam no topo da Muralha, awn.
  • Sam e Goiva <3
  • Mano, aquele Edmure Tully é muito sonso kkk
  • Vai, Barristan!
  • Eu só ACHO que o Theon Greyjoy se fodeu.

 

~ FIM DAS OBSERVAÇÕES SPOILENTAS. A PARTIR DAQUI PODE FICAR DE BOA SE VOCÊ AINDA NÃO VIU ~

 

+ Melhor personagem: Daenerys Targaryen
Embora os produtores tentam transformá-la numa heroína à prova de falhas que é foda a todo instante, Dany brilha bastante nesta temporada, com vários momentos dignos de nota.

Dracarys, meu amor
Dracarys, meu amor!

+ Melhor episódio: S03E09 (“The Rains of Castamere”)
Que surpresa a minha escolha. Eis aqui um episódio divisor de águas numa série foda pra caralho que não perdoa ninguém.

Apenas aquela velha queda de braço marota
Apenas aquela velha queda de braço marota

 

Ei, você! Tudo joia? Pois é, eu também tô bem. E já que agora temos intimidade, comenta aí o que cê achou da temporada. Opiniões são sempre bem-vindas, e é importante lembrar que nos comentários spoilers estão liberados. Se você não quiser vê-los, corre logo pra assistir e depois volte aqui, beleza?