Séries

Lucifer: 2ª Temporada (2016/17)

• Problemas familiares

Eu já falei isso aqui aproximadamente 5475485749 vezes, mas não custa reforçar pela 5475485749ª vez. No texto principal dos pitacos eu nunca coloco spoilers da temporada em questão, mas não quer dizer que eu não comente sobre acontecimentos que ocorreram no passado. Por isso, se você não terminou o primeiro ano de Lucifer, corra daqui como se não houvesse amanhã. Dito isso, podemos nos concentrar na famigerada crítica.
A primeira temporada acabou com um cliffhanger fodido. Lucifer, apelidado carinhosamente de Lucy, tava de boas conversando com Amenadiel quando nos é revelado que um certo ser escapou dos portões sagrados (?) do Inferno. Seria um assassino em série? Um ladrão de joias e almas? Uma pessoa que prefere Nescau em vez de Toddy? Não, nenhuma destas opções. A fuga do andar de baixo na verdade foi da mãe dos anjos e ex-mulher de Deus. Seu nome? Mãe. Um tanto quanto decepcionante, mas é a mesma lógica de Deus, né, então faz sentido. De qualquer forma, a temporada passada acaba com a revelação de que a progenitora de Lucy e seus irmãos foi libertada, seja lá o que isto significasse. O enredo começa imediatamente a partir deste ponto.
Ao contrário de anteriormente, agora o roteiro foca mais na relação entre Lucifer e sua mamis do que em Lucifer & Chloe. A abordagem é interessante e a personagem parece promissora porque faz bem aquele estilo de putz-eu-não-sei-como-agir-nesse-mundo-e-passo-muita-vergonha, mas aí é que tá, só parece. Apesar de ser recheada de partes realmente boas, a série melhora muito quando a trama não tá centrada nela. O problema não é a personagem em si –  o seu núcleo é que fica meio chatinho e este é o motivo pelo qual eu não classifico a Mãe como Maior Decepção. Por incrível que pareça, as cenas em que as atenções se destinam ao dilema de Lucy e Chloe são BEM mais fortes que todo o resto, o que é algo engraçado, considerando que era esse ponto que eu mais criticava na primeira temporada. As aventuras do protagonista com seu irmãozinho Amenadiel também são ótimas, assim como a evolução de Maze, que foi de personagem secundária e com não muito aprofundamento a uma personalidade recheada de camadas e desenvolvimento. Dan, mais conhecido como “Detective Douche“, é outro que evoluiu bastante. Além de tudo, Lucifer introduz um novo rosto ao universo da obra – Ella, a pessoa que cuida da parte forense. Com um jeito excessivamente alegre e nerd, a jovem tem um carisma impressionante e que encaixa com os ambientes ao seu redor. O anjo Uriel também é apresentado, vindo com um conceito massa. A figura de Deus é cada vez mais abordada, gerando expectativa e fazendo-nos pensar “será que Ele vai aparecer de fato?“.
Outra melhora digna de nota tá na trilha sonora. Clássicos do rock frequentemente aparecem e simbolizam bem o que está sendo representado na tela. Em uma cena, inclusive, o próprio Lucifer é visto tocando o tema de abertura da série na guitarra. As partes em que ele tá no piano também são muito boas, carregam uma atmosfera bem singular. Um defeito que aparece tem a ver com os chamados fillers, capítulos que não acrescentam muito à trama principal. Como a Fox decidiu estender o número de episódios, passando de 13 para 18, tudo tende a ficar um pouco arrastado às vezes. Seria mais legal, por exemplo, se alguns casos da polícia demorassem mais de um capítulo para serem resolvidos, fugindo um pouco do sistema de “casos de semana”, presente em séries como BlindspotSupernatural, BonesDesignated Survivor e tantas outras. Por isso, Lucifer volta a pecar um pouco na falta de originalidade.
Os pontos negativos são resumidamente estes: uma certa enrolação e os arcos enjoativos de Charlotte, a humana que serve como o casco da Mãe. Por outro lado, a segunda temporada tem bem mais pontos positivos do que sua predecessora. A história tá mais bem conduzida, os personagens mais bem explorados, a variação de tramas é maior e a parte técnica tá mais bem feita. Curiosamente, o início da segunda é um pouco mais fraco do que o da primeira, a diferença maior está no desenrolar dos fatos. O final da primeira também é melhor – o da segunda teve pouco brilho, o que contrastou com as outras etapas que levaram àquele caminho. Porém, é inegável que em geral o tempo fez Lucifer crescer, com pequenas ressalvas aqui e ali. Assim como antes, a season finale nos dá um cliffhanger de cair o queixo, arregalar os olhos, socar o companheiro, estapear o amigo, reclamar com o cachorro e brigar com a televisão. Agora o que me resta é esperar a terceira temporada chegar na Netflix, pois graças a Deus a empresa resgatou a série. Pra quem não sabe, com o ano de número três concluído, a Fox decidiu cancelar a obra. O que diabos ela tava pensando? Fãs ficaram descabelados ao longo de todo o mundo, mas a Netflix tratou de comprar os direitos e dar continuidade à história. Podemos dizer que a plataforma de streaming possuiu Lucifer. Tá, vamo logo encerrar este pitaco antes que eu fique a noite inteira fazendo trocadilhos.

 

{Nota: caso eu tenha usado algum termo desconhecido para vocês, meus queridos e queridas leitoras, não hesitem em acessar esse post aqui, ó: https://pitacosdoleleco.com.br/2017/07/11/glossario-do-leleco/}

{Nota nº 2: quer conhecer melhor a história do blog e os critérios utilizados? Seus problemas acabaram!! É fácil, só acessar esse link: https://pitacosdoleleco.com.br/2017/09/16/wiki-do-leleco/}

{Nota nº 3: bateu aquela curiosidade de saber qual exatamente é a nota desta temporada, sem arredondamentos? Se sim, dá uma olhada aqui nesse link. Se não, pode dar uma olhada também: https://pitacosdoleleco.com.br/2017/09/16/gabarito-do-leleco/}

 

~ NARRAÇÃO SPOILENTA: NÃO LEIA A NÃO SER QUE JÁ TENHA VISTO A TEMPORADA INTEIRA. O AVISO ESTÁ DADO ~

 

  • Pelo que parece essa temporada vai ser bem diferente, já está centrada muito mais no Lúcifer com a mãe do que no Lúcifer com a Chloe
  • Amenadiel perdendo os poderes, não tá conseguindo mais deixar as coisas lentas
  • Primeiro episódio envolve drogas, uma vítima com barras de ferro como chifres e uma nova personagem, a Jamie de Dexter e aquela evangélica de Supernatural: Ella é o nome dela
  • Chloe vai fazer o exame de sangue do Lucy, mas Amenadiel fala “esquece essa merda aí, porra” e inventa que o Lucy botou umas bolsas de sangue na barriga e que é tudo uma mentira
  • Detective Douche volta, mas foi rebaixado para a Série B e virou um ajudante
  • Maze volta mais sexy do que nunca e pelo jeito ela tá mó miga da nossa terapeuta
  • E por falar em terapeuta, crise no relacionamento dela com o Lucy, ele pede desculpas, e pouco tempo depois Amenadiel também pede perdão pelos vacilos de ter mentido fodidamente pra ela
  • Mãe do Lúcifer tá muito boazinha, tem algo errado aí
  • Falei que tinha algo errado, no final do segundo episódio ela já deu um sorriso enigmático pro céu depois de falar pro filho que ela que mandou ele pro Inferno pra protegê-lo
  • Deus ta putaço e soltou uns trovões que nem seus compatriotas Zeus e Thor
  • Ah, a Trixie é uma fofinha (mesmo tendo arrancado o olho da boneca)
  • Lúcifer disse que guarda espaço especial no Inferno pra aqueles que reclinam a poltrona do avião, mas ele já andou de avião?
  • Hoje eu tô só a Trixie querendo bolo de chocolate
  • A Charlotte, mãe do Lúcifer, é o tipo de personagem que tem uma característica que eu adoro: pessoas (ou seres) que não sabem se comportar no “mundo real”
  • Você é #TeamCharlotte ou #TeamGod?
  • Terceiro episódio numa pegada de justiceiros, legalzin
  • Dan resolve pedir o divórcio da Chloe estranhamente agora que eu tava torcendo pelos dois juntos
  • Lúcifer mandou a mãe ficar presa na Terra e a primeira coisa que ela faz é matar alguém. Top
  • Gente, não vai ter jeito, eu vou ter que pedir aquela amorzinho da Ella em namoro, é a única alternativa
  • Lúcifer viciado em celular foi muito bom kk imagina ele no grupo da família no zap
  • Noite das Garotas foi sensacional, eu amo muito a Maze aaaaa
  • Amenadiel bêbado e dançando também foi sensacional na Noite dos Garotos
  • Eu tô cada vez gostando mais do Dan, talvez eu até coloque ele como Maior Surpresa
  • Uriel tem uma premissa muito foda, o negócio dos padrões e tudo mais
  • E morreu
  • Maze morando com a Chloe e a Trixie vai ser uma beleza
  • Bicho, a interação entre o Lúcifer e o Dan no episódio do ator de ação que morre lá foi boa demais aaaaaa já quero mais
  • Ver o Lúcifer chorando foi muito tenso, bicho :/ acho que foi a primeira vez
  • Ah, e eu não consigo formar uma opinião a respeito dele com a Chloe. Eles são melhores só como amigos, deveriam pelo menos se pegar ou deveriam ficar juntos?
  • Quero até ver se Deus vai aparecer na série
  • Pqp, quero é passar longe daquela Lâmina de Azrael, tadin do Uriel
  • Finalmente a temporada tá dando um up!!! Ver o Lúcifer daquele jeito, todo quebrado, é muito tenso, velho. E ver ele tentando ser morto e se sentindo o pior ser do universo foi o mais forte. E aqui estou eu sendo o advogado do Diabo
  • Caralhoooo, ele se revelou pra Doutora
  • Maze melhor personagem da temporada até o momento, virou até Caçadora de Recompensas
  • Lúcifer em sua Dansformação foi bom demais kkk sem contar o standup do Dan
  • Cara, é impressão minha ou o Lúcifer tá ficando cada vez mais humano?
  • Parece que toda vez que a mãe deles não aparece, a história melhora em 100%
  • Amenadiel finalmente chorou pelo Uriel, mas aquela mãe tá muito suspeita, pqp
  • Esse episódio do pai da Chloe foi o melhor até agora, sensacional. Ela abraçando o Lúcifer no final foi a coisa mais linda do mundo
  • Maze e Linda voltaram a ser amigas aeeeee
  • Amenadiel com esse gorro tá parecendo um rapper
  • Chloe com ciúmes da Ella com o Lúcifer HMMMMM shippo os três
  • Essa mãe deixando geral botar as mãos na lâmina e depois sendo misteriosa….. sei não, viu
  • AI EU AMO A ELLA AQUELA CENA DELA FAZENDO A CENA DO CRIME ENQUANTO FAZ MOVIMENTOS SEXUAIS NO LÚCIFER FOI MUITO BOA AAAAA e ela levando ele na igreja foi top, pena que não mostraram nada além disso
  • Dan putaço querendo matar o Lúcifer ao segurar a Lâmina
  • Chloe com mais ciúmes
  • Lucy tá sendo despejado, eita
  • Cara, imagina que louco ser psicóloga do Diabo
  • Ah naoooo, a série tá chegando naquele momento em que o potencial casal entra em crise e fica difícil assistir porque a gente fica com medo de dar merda afff Lucy por que você foi abandonar a Chloe no jantar???
  • VAI TOMAR NO SEU CU, MÃE DO LÚCIFER, QUE PERSONAGEM CHATA SIFUDE
  • Maze e Amenadiel são uma dupla e tanto
  • Aneim, tô muito triste com o Lúcifer magoando a Chloe
  • MÃE DO LÚCIFER NÃO OUSE TOCAR NA CHLOE SUA MALDITA
  • Boa Dan, dormiu com a Charlotte e fez merda, só te perdoo porque você mandou os russos pegarem o assassino do pai da Chloe
  • PUTA. QUE. PARIU. EU TÔ CHOCADO EM CRISTO-REI COM ESSE PLOT TWIST DA CHLOE SER MEIO QUE UM MILAGRE, ISSO FINALMENTE EXPLICA O PORQUÊ DE TUDO AAAAAA
  • E meu Deus, que gracinha o discurso dela pro Lúcifer no meio do julgamento
  • Velho, eu odeio essa mãe do Lucy
  • ELES FINALMENTE BEIJARAM, CARAI
  • Pqp, essa temporada melhorou muito
  • Que caralhos o Amenadiel tá tramando com a Deusa? E do que se trata aquele pacote com seringas?
  • A Maze é muito gata, tomar no cu
  • Parece que Lúcifer na verdade se escreve Lucifer, tenho que mudar isso
  • Esse plot da Chloe e do Lucy tá muito bom aaaaaa e agora ele descobriu e o nariz dela não para de sangrar affffff
  • Todo o sacrifício que a equipe inteira fez pela Chloe, ai
  • Anao, já tô vendo que vou sofrer tudo de novo
  • E ahhh, que satisfação em ver tramas de outros episódios se misturando
  • Lucifer chegou com uma nova esposa, que no final do episódio era na verdade meio que uma atriz. Olha, eu esperava que fosse meio que um plano do Lucy, mas jurei que a Candy era daquele jeito mesmo
  • Tô COMEÇANDO a ficar com dó da Mãe, não sei por quê
  • Ótimo, agora o plano é buscar a Espada Flamejante, que na verdade é a Lâmina de Azrael, pra destruir o Céu. Parece promissor
  • Atualmente tô maratonando que nem um louco e tô no episódio 15. Ontem, uns seis episódios antes, eu meio que fiquei pensando que louco seria se a Ella fosse Deus. Não faz sentido nenhum, eu sei, mas sei lá, todo o papo dela de igreja, de surgir do nada na história, de ter ganhado a confiança do Lúcifer… seria massa demais kk
  • Esse episódio 15 foi quase que inteiramente um filler, só serviu pra mostrar mais a relação entre a Chloe e a Trixie e um pouquinho mais sobre a Espada Flamejante
  • E ah, descobri que meu principal shipp agora é Chloe e Maze. Imagina que bonito
  • Agora esse episódio 16 foi interessante. Estava claro desde o começo que aquele Johnson não era Deus, ele não apareceria assim tão fácil, mas ainda assim foi muito legal aquele núcleo
  • Sensacional o Lucifer chegar bem na hora que o Amenadiel tá mexendo de um jeito estranho com a Espada kkkk
  • Melhor cena foi o Lucy botando aquela musiquinha romântica pros Deuses jfjdjdjskks
  • Fodeu, Maze descobriu o suposto plano do Lucifer e da galera. Valeu, Amenadiel
  • ~ Lucy putaço ao som de Knockin’ on Heaven’s Door no fim do ep 16 ~
  • O casal Deusa e Dan (Dansa), parece tão errado
  • Ah, e aquela cena de “Deus” e Lucifer andando pelo hospício foi uma das melhores da temporada
  • Nesse penúltimo episódio achei legal eles colocarem o Kevinho como o filho daquela criminosa lá
  • Bom, devo dizer que esses dois últimos capítulos foram um pouco decepcionantes, sem brilho. Em resumo, eles acharam a peça final, que parecia ser um livro, mas este falava sobre uma chave. Amenadiel descobre que é o filho favorito de Deus, e não Lucifer, e fica todo metidão. Casos se resolvem, Maze fica nas porradas com o Lucy, e os dois ficam machucados mas passam por momentos bonitinhos de perdão. Linda provavelmente vai ser demitida por infringir o código de ética. Charlotte é esfaqueada, solta as luzes e o bagulho fica louco. No final, Lucifer manda ela pra outro mundo (literalmente) por um portal e a verdadeira Charlotte toma o controle. Amenadiel salva todo mundo, inclusive a Linda, ao deixar o tempo lento. Dan ficou tristão porque a Charlotte não o reconhece. A temporada acaba com Lucifer tomando a decisão de dizer a verdade pra Chloe, mas claro que algo acontece antes: ele está num deserto, sozinho, com suas asas de volta. E toca a música de mistério
  • Ah, e muito foda a Linda ter resistido à tortura só pra não contar os planos de seu paciente. Beautiful
  • Um negócio legal que eu reparei na primeira temporada e tinha esquecido de mencionar: em todo episódio eles falam o título do capítulo em algum momento, né. Todo mundo deve saber, mas muito massa isso

 

~ FIM DA NARRAÇÃO SPOILENTA. A PARTIR DAQUI PODE FICAR DE BOA SE VOCÊ AINDA NÃO VIU ~

 

+ Melhor personagem: Maze
Eu não botava fé que ela fosse ficar tão boa assim. Uma grata surpresa.

Mazeter Chef

+ Melhor episódio: S02E16 (“God Johnson”)
Ah, sei lá, mano, achei foda demais toda a representação deste capítulo. Gostei de verdade.

Melhor cena da série até agora

+ Maior surpresa: Dan Espinoza
Na primeira temporada ele não fedia nem cheirava, mas ganhou muito espaço e agradou.

Ele e Ella

 

Ei, você! Tudo joia? Pois é, eu também tô bem. E já que agora temos intimidade, comenta aí o que cê achou da temporada. Opiniões são sempre bem-vindas, e é importante lembrar que nos comentários spoilers estão liberados. Se você não quiser vê-los, corre logo pra assistir e depois volte aqui, beleza?